Título: Tree of Heaven/Heaven’s Tree/Tree in Heaven/Chunkookeh Namoo/천국의 나무

Título em japonês: Tengoku no ki/天国の樹

Título em chinês: 天国之树

Gênero: Drama, Romance

Ano de produção: 2006

Capítulos: 10

Broadcast Network: SBS

Cast :

Lee Wan como Yoon Suh

Park Shin Hye como Hana

Asami Reina como Maya

Uchida Asahi como Fujiwara Ryu

Jung Dong Hwan como Yoon Soo Ha (Pai do Yoon Suh)

Kim Chung como Yoko (Mãe da Maya)

Aika Mire como Michiko (Mãe da Hana)

Takasugi Ko como Iwa (Motorista do Yoon Suh/Segurança)

Lee Jung Gil como Bo Seu

Sonim como Mika (Amiga da Hana)

Qualificação :
♥♥
♥♥

Sinopse: Hana (Park Shin Hye) perdeu seu pai quando tinha 8 anos de idade. Sua mãe se casou novamente e voltou para o Japão junto com o seu novo marido e seu filho Yoon Suh (Lee Wan), ambos coreanos. A mãe de Yoon Suh morreu no dia de seu aniversario de 10 anos, depois daquele dia o jovem tornou-se um rapaz calado. Enquanto Hana queria conhecer seu irmão, ele não queria saber nada dela. Quando seus pais vão para a lua de mel, a mãe de Hana deixa as fontes termais a cargo de sua cunhada. Assim, durante a ausência de seus pais, a tia de Hana e sua prima maltratam-na e planejam vender as fontes para pagar as dívidas de jogos. Com tudo isso, Hana acha conforto em seu irmão que começa a se abrir com ela depois de um longo tempo em silêncio.

Resenha:

Confesso que só me interessei inicialmente pelo drama por conta da Park Shin Hye que compõe o topo das minhas atrizes prediletas. O drama é de 2006, ou seja, faz 6 anos que rodou na Coréia e no Japão. E sim, esse drama não é um drama coreano propriamente dito. A história se passa no Japão, envolve atores coreanos e japoneses, além de ser falada nos dois idiomas. Eu me surpreendi com esse drama! A história é MUITO REAL! Não é aquela coisa “padronizada” dos dramas… Envolve um punhado de sentimentos. Uma loucura! E sabe… Ele retrata mais um pouco do nosso mundo, do que realmente acontece. As cenas de brigas domésticas me espantaram! É tudo muito intenso! O romance é intenso, as cenas são intensas… Ah, mas não se empolguem com os beijos, não! Infelizmente são fracos, quando existem! Mas há uma justificativa: a Shin Hye tinha apenas 16 anos quando fez esse drama, então… Censura nela!

Vamos aos personagens principais?

♥ Hana (Park Shin Hye):

Essa personagem me emocionou bastante. No começo, você realmente entende essa vontade que ela tem em fazer seu “irmão” falar. Ela tenta de todas as maneiras se aproximar dele, inclusive, chega a ser humilhante em algumas cenas. Até aprender coreano (ela é japonesa!), ela aprendeu. Ela é bastante ingênua, o que munda um pouco durante o drama. Acredito que se você chegasse nela no começo e dissesse que o céu não é azul, mas vermelho, ela acreditaria. Isso me irritou um pouco. Ah, outra coisa que achei meio insuportável, foi essas zilhões de vezes em que ela falou “oppa”. Tirando isso, eu gostei bastante da Hana. É muito incrível você poder ver o quanto a Park Shin Hye é uma atriz versátil. Tão novinha e interpretando um drama tão “pesado” como esse! Não é à toa que ela ocupa o primeiro lugar, juntamente com a Yoon Eun Hye, na lista de minhas atrizes prediletas.

♥ Yoon Suh (Lee Wan):

Eu senti tudo o que eu poderia sentir em relação a esse personagem: ódio, raiva, medo, carinho, orgulho, amor e por aí vai. Ele foi do inferno ao céu para mim! Eu acho que nunca senti algo nessa dimensão por qualquer personagem. O Lee Wan foi incrível como Yoon Suh. Assim como a Shin Hye, ele está entre os meus 10 preferidos. O Yoon Sun me irritava bastante no começo por não abrir a boca por nada e ser um grosso com a “irmã” que empenhava em se aproximar dele. Eu pausava o drama e gritava: “Como esse cara é louco! O que ele tá fazendo? Que idiota! Coitada da Hana!”. Mas depois, com o desenrolar do drama, minha frase já era outra: “Ah, não! Quero ele pra mim! Tô apaixonada! Mãããe…”. Isso para mim é uma das melhores coisas que os dramas podem fazer: mudar sua cabeça da água para o vinho. Eu adoro isso! Ah, tá vendo esse colar aí na foto? Ele é um colar muito especial. Não sei se devo falar dele, tô com medo de dar spoiler… Mas fica a dica!

♥ Maya (Asami Reina):


Eu não gosto  dessa personagem. Sinto um ódio bem nutrido por ela. Tá bom, no final isso muda um pouco, mas não justifica nada o que ela fez. Dá para você entender um pouco das atitudes dela, mas mesmo assim, é um nojo de pessoa. Resumindo tudo, eu diria que ela é digna de pena. A história dela é um pouco triste. Ela é prima da Hana e a mãe dela é irmã do pai da Hana. As duas moravam juntas com a Hana e os pais desta. Acho que isso é um dos motivos para a Maya sempre sentir inveja da prima. Uma das maneiras que ela buscou para se destacar foi ser a melhor nos estudos, dizendo que ia entrar na universidade. A mãe sempre apoiou ela, mas depois faz uma sacanagem gigantesca com a própria filha. ISSO me fez ficar com pena da garota, mas mesmo assim, não gosto dela. Eu não conheço bem essa atriz, mas posso dizer, com base nesse drama, que ela interpreta bem.

♥ Fujiwara Ryu (Uchida Asahi):

Ish… Falar dele é um pouco difícil. Não posso dizer que não gosto dele, já que ele não fez nada de ruim. Pelo contrário, sempre foi atencioso com a Hana, sempre ajudando-a. Mas ele não desceu. Sabe, dava para enxergar nele uma esperança, uma melhora no futuro da Hana, mas ao mesmo tempo, eu não conseguia enxergar a menina ao lado dele. O pior de tudo e que eu detesto é essa insistência de ficar ao lado de uma pessoa que não te dá bola, tá em outra e isso é mais do que evidente. Acho que o fato de ele insistir tanto é que além de ele ser bonito e bem sucedido, todas a meninas eram doidinhas nele, menos a Hana. Inclusive a Maya gostava dele, sempre tentando ficar perto e se vangloriando para o mocinho. Isso é um outro motivo para ela sentir raiva e inveja da prima. Acredito que o Ryu precisava demonstrar um pouco mais de emoção, sabe? Em alguns momentos, eu não conseguia sentir nada por ele. Era simplesmente assim: “Nossa, que bom… E aí? Não vai acabar essa cena com esse jiló, não?”. Resumindo o “bagaço” todo, o Ryu para mim é indiferente. Tanto faz, tanto fez… Ele tá aí.

Outros personagens que merecem destaque:

Yoko – Mãe da Maya (Kim Chung):

Uma das personagens mais detestáveis que já vi em dramas. Eu não posso nem dizer que é ódio o que eu sinto. É muito mais que isso. É um infinito desprezo. Eu juro que odeio essa mulher. Ela participou das cenas que eu mais me emocionei e chorei. Quando a mãe de Hana decidi viajar e deixa a cargo da cunhada as fontes termais, essa só faz maldades e ainda decide vender o lugar. É muito incrível como ela se acha no direito de fazer o que quer com a Hana, batendo na garota, xigando-a, insultando-a, deixando-a passar fome… E quando a mãe da menina liga, ela simplesmente finge que nada está acontecendo e ainda obriga a sobrinha a mentir. Gente, quando vocês assistirem a essas cenas, vocês verão o quanto são reais! Parece até que a Shin Hye apanhou de verdade, sério mesmo! Não bastasse as maldades que ela faz com a sobrinha, ela ainda faz algo muito detestável com a filha. Eu não consigo imaginar como uma mãe tem coragem de fazer isso, mas enfim, vai entender.

Mika – Amiga da Hana (Sonim):

Essa personagem é uma fofa! Uns dos poucos momentos em que eu ria nesse drama era com essa menina aí! Ela é uma das amigas da Hana, digamos, a melhor amiga. Ela, que a princípio é apaixonada pelo Ryu, facilmente se torna encantada pelo Yoon Suh. E são tão engraçadas as cenas que ela tenta se aproximar dele, tentando beijá-lo e ele achando tudo aquilo meio estranho, mas engraçado. Posso dizer que ela foi um grande apoio para Hana. Sempre esteve do lado dela, ajudando-a, apoiando-a e dando conforto para os momentos mais tristes! Eu adorei a Mika! Gostaria de ter uma amiga como ela, juro!

Agora vou falar do drama como um todo!

Quando o Yoon Sun chega ao Japão, ele não conversa e tem uma mania muito estranha: andar descalço na neve. Hana não entende aquilo e pergunta se ele não está sentindo frio. Óbvio que ele não responde. Além disso, ele finge que a menina não existe, é todo indiferente, nem a olha. Ela, muito ingênua, sempre correndo atrás e conversando com ele em coreano por meio do dicionário que ela sempre carrega junto consigo. Yoon Suh, uma pessoa fechada após a morte da mãe, é bastante ignorante e arrogante no começo, tratando a “irmã” com um desprezo gigantesco, de maneira muito mal-educada. Muito preocupada com o irmão, ao caminho da escola, ela sempre oferece carona em sua bicicleta (e que tanto de cenas essa bicicleta representa!). Já no local, a garota sempre tenta protegê-lo, fazendo de tudo para que ele se acostume ao ambiente e às pessoas. Com o tempo, Yoon Suh começa a perceber esse lado doce da menina. E claro, outro sentimento surge. Os dois começar a nutrir um carinho especial um pelo outro. O menino então, diante de todas as maldades sofridas por Hana, começa a defendê-la e protegê-la. Dá para perceber também que a partir do momento que o garoto começa a se abrir com a “irmã”, outras pessoas começam a se aproximar dele. E quando eu digo “abrir”, é conversar, se expressar.

—————————————————————–—————————————————————–

—————————————————————–—————————————————————–

—————————————————————–—————————————————————–

Essa cena é muito fofa! Ela tenta fazer o “oppa” falar “sarangheyo” e ele começa a se simpatizar com ela.

—————————————————————–—————————————————————–

—————————————————————–—————————————————————–

Com o tempo, eles se apaixonam. Isso é um problema, já que são “irmãos”. Mas eu meio que vejo isso como um problema maior para ela. Ela acha errado estar gostando do “oppa” de outra maneira que não seja a fraterna. Muitas cenas demonstram esse sentimendo de amor de um pelo outro. [SPOILER] Um exemplo seria a cena na escola, quando ele luta contra o Ryu, é uma clara forma de demonstrar “ciúmes”. [FIM DE SPOILER] Em meio a tudo isso, eles passam por situações horríveis. Parece que ao mesmo tempo em que tudo está bem, de repente algo ruim acontece e o mundo vira de cabeça para baixo.

—————————————————————–—————————————————————–

—————————————————————–—————————————————————–

Essa árvore tem um grande “papel” simbólico no drama. Ah, eu amei essa cena!

—————————————————————–—————————————————————–

Não sei se vocês se lembram quando eu disse que o Yoon Suh tinha uma mania estranha de andar descalço na neve… A justificativa dele é uma das mais belas que eu já escutei: “Quando os pés estão gelados, é porque o coração está quente”. Ai, ai, ai… Oppa! Eu me apaixono desse jeito!

—————————————————————–—————————————————————–

—————————————————————–—————————————————————–

Uma das cenas mais emocionantes que vi! A Hana gritava desesperadamente: “Oppa, não morra!”. Encheu meus olhos de lágrimas!

—————————————————————–—————————————————————–

Por ser um drama, dá para saber o que vai rolar, certo? Enfim, depois de um “grande rolo” e também após saber sobre a morte dos pais, passam-se dois anos e Hana se muda para Tóquio e começa a trabalhar no hotel do Ryu (o Yoon Suh já tinha ido embora!). O que ela não é imagina é que em Tóquio ela vai reencontrar o “oppa”. Nessa fase do drama, a Hana já se apresenta mais madura, apesar de ainda ser um pouco ingênua, mas já deu uma melhorada legal nesse aspecto. Nessa cidade, muitas coisas acontecem e outras são de se surpreender! O que mais me deixou irritada foi essa lenga-lenga de sumir e aparecer do Yoon Suh, que claro, muda de visual. Mas dá para entender que isso é uma maneira de proteger a garota, já que ele está envolvido em algo muito perigoso. Ele acredita que cuida e vigia ela de longe. Bom, mas o amor é maior e muitas coisas acontecem, fazendo com eles fiquem cada vez mais próximos. Vale dizer que agora, PARA HANA, não há nenhuma barreira que os impeça de ficar juntos.

—————————————————————–—————————————————————–

Como eu havia dito, a Hana “negava” esse amor entre os dois. Ela os via como “irmãos”, por isso ela vivia fugindo do “oppa” após tomar “consciência” desse sentimento.

—————————————————————–—————————————————————–

—————————————————————–—————————————————————–

É tão fofa essa cena! Ela compra meias para os pés do Yoon Suh e decide calçá-las nele. Ele então a puxa para sentar no seu colo e diz para tirarem uma foto juntos! Awnnn, muito amor!

—————————————————————–—————————————————————–

Eu adorei essas cenas em que ela ia lavar o cabelo dele! Dava para dar uma quebrada no clima de tristeza do drama.

Outra:

—————————————————————–—————————————————————–

Se não me engano, era aniversário da Hana e ele faz uma surpresa para ela! A preparação para essa festa foi bem engraçada! Até os seguranças do Yoon Suh ajudaram! E a música então… Nossa! Vou comentar mais sobre ela quando eu for falar da OST!

—————————————————————–—————————————————————–

É tanta confusão que até a Maya, depois de reencontrar com o Yoon Suh, começa a demonstrar certa afeição por ele, ou melhor, ela se apaixona pelo garoto de uma maneira tão absurda que arrisca sua própria vida por isso.

—————————————————————–—————————————————————–

—————————————————————–—————————————————————–

Bom, sobre o final, posso dizer que é emocionante. Foi um dos finais que mais chorei, juro! Eu me arrepio só de lembrar. É lindo!

—————————————————————–—————————————————————–

Lembra que eu disse que o colar é bem importante no drama, olha ele aí!

—————————————————————–—————————————————————–

Por que eu recomendaria esse drama?

Tree Of Heaven é algo fora dos padrões. Se você procura um drama que retrata as coisas que acontecem de verdade em um “mundo normal”, eu lhe indicaria este. Claro que existem pontos negativos, mas para mim, os positivos os superaram de maneira tão intensa que esse drama entrou nos meus 10 prediletos! Eu não pensaria duas vezes antes de assistí-lo. Na época em que eu o assisti, além de eu estar procurando um trabalho com a Shin Hye, eu também buscava algo diferente do habitual. Então foi como juntar o útil ao agradável. Resultado: uma pessoa satisfeita que está fazendo uma resenha sobre esse drama.

OST:

A trilha sonora é diferente também. Tem muitas músicas instrumentais e poucas cantadas. Além disso, é bem “down”, digamos, “triste”. É um pouco depressiva, mas é compreensível, já que a história do drama é bem “pesada”.

Download: AQUI.

Aqui vai um vídeo de uma das músicas que eu mais me emocionava quando começava a tocar (o assobio!):

Download do drama:

O drama está disponível no AXG e no Asian Team (nesse tem que ter cadastro). A qualidade no AXG está bem legal, eu baixei por lá.

Download: AQUI.

Se você ainda está em dúvidas em assistir ao drama, assita esse vídeo. Não tem grandes spoilers, é como se fosse um trailer!

Para finalizar, vou colocar alguns gifs de como foram minhas reações durante o drama:

Quando a Hana falava “oppa” no começo:

Depois de um tempo:

No final:

—————————————————————–—————————————————————–

Quando eu via o Yoon Suh no começo:

Depois de um tempo:

No final:

—————————————————————–—————————————————————–

Quando a Maya aparecia:

—————————————————————–—————————————————————–

Quando o Ryu aparecia:

—————————————————————–—————————————————————–

Quando a Yoko batia na Hana:

—————————————————————–—————————————————————–

Quando terminou o drama:

—————————————————————–—————————————————————–

Bom gente, espero que tenham gostado! Foi a minha primeira resenha! Me senti como se eu estivesse no meu “debut”! Hahahaha! Assistam ao drama e me digam o que que acharam, ok amrs?

Kamsahamnida!




− dois = 4

15 Comentários
  1. Kimy disse:

    Nossa eu adorei essa resenha, acho que foi uma das resenhas mais legais que eu já li (e eu já li varias)Os gifs me arrepiaram rsrs… Só pela sua dica eu já estou baixando o drama. Parabéns ^^

    • Dani disse:

      Kimy, jura? Nossa, até me emocionei! Foi minha primeira resenha! Ah, assista mesmo! Você vai amar, juro! *3*
      Beijos! ;*

  2. tenshi disse:

    Um papo e parceria

  3. Lu disse:

    OI OI OI
    amiga, quem não vai querer assistir ao drama depois de uma resenha dessas? *ooooooooooooo* Como te disse quero ver esse drama a um BOM tempo, teve uma época que estava vendo varias coisas da listinha que tinha a Shin Hye, mas esse sempre ficou pra depois.
    Só nao vou baixar pq vc nao tem ideia da situação que esta meu pc T.T aushaushaushaushas
    Eu agora, como te disse, vou fazendo por eliminatoria, tenho acho que em torno de 30 dramas no computador, sem falar do HD esterno e os que as meninas me mandaram em dvd, mas minha primeira meta é o do pc u_u aushausa pra poder baixar outros..
    então vou vendo um por um dos que estão aqui… e asssim que for gravando e deletando… eu baixo esses… só que quando isso irá acontecer, só deus sabe!!!! AUHSUAHSAUSHAUSHAUSHAU
    mas adorei seu post unnie, fico feliz que você está aqui :D

    • Dani disse:

      AAAWN, UNNIE! VOCÊ POR AQUI! Que lindo! *3*
      Hein, mas é assim mesmo, amg! Mas NÃO SE ESQUEÇA de assistir a esse drama, ok?
      Beijo, beijo! ;*

  4. Rafa disse:

    Anotando como proximo drama s2 linda resenha unnie

  5. Kenny disse:

    Adorei muito a resenha, tanto que assisti o drama inteiro depois que eu li.
    Amei muito ele, chorei e ri sem parar.
    Foi um dos melhores dramas que já assisti.
    Então muito obrigada por ter escrito sobre ele.

  6. suelen disse:

    amei a resenha, to muito curiosa, mas preciso de ajuda me falem um site pra eu assistir esse drama ou baixar. por favor… eu preciso assistir esse drama…

  7. Suellen disse:

    Não consigo baixar ;_;

  8. taynara disse:

    Onde posso baixa-lo? :)

  9. Kely disse:

    Queria muito poder ver , mas não acho em lugar algum , esse site q vc deixounão esta dando , aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa :c

    Tem algum outro lugar q eu possa ve-lo online ou baixo ?